NOTÍCIAS
 
Voluntários de Guaramirim e região adoram o Natal
28/12/2005

Enquanto uns tiraram um extra no final de ano com a intepretação do Papai Noel, outros assumiram o espírito do velhinho e aproveitaram para fazer o que mais gostavam, que é o contato com crianças e ajudar comunidades carentes.

Esse é o caso do bancário Alencar Manoel Vasques, 53 anos, que há 15 recolhe doações de brinquedos no comércio de Guaramirim e em novembro e dezembro visita com seu trenó os bairros mais pobres da cidade. "Adoro essa época pela magia e encantamento do Natal. O mais gratificante para mim é poder entregar um presente para aquelas crianças cujos pais não têm como presentear", salienta.

Vasques comenta que não cobra para ser Papai Noel, somente se for chamado para algum evento comercial. Na opinião de Vasques, nos últimos anos o comércio não tem investido tanto na decoração natalina, assim como na figura do Papai Noel, fator que os clientes notam a intenção puramente comercial de obter lucros, mas sem dar retorno ao que se refere à data comemorativa.

O bancário comenta que este ano recebeu menos doações que em 2004 e que para ajudar a todas as comunidades carentes do município teve que tirar do bolso. Cerca de 500 crianças foram auxiliadas pelo Papai Noel Vasques, como é conhecido em Guaramirim. "Pra mim a magia do Papai Noel nunca vai acabar, porque adoro me transformar no bom velhinho. O que falta mesmo são as pessoas se sensibilizarem mais nessa época e ajudarem mais a quem precisa", comenta.

O auxiliar de cobrança Elcio Zapellini, 27 anos, também é Papai Noel voluntário. Ele ficou 10 dias antes do Natal no posto de combustíveis onde trabalhava recebendo as crianças e dando doces. Paralelo a esse trabalho que exerceu fora do expediente, Elcio participou da entrega de presentes na igreja Rainha da Paz para crianças carentes e na localidade de Águas Claras, onde depois da arrecadação de brinquedos com os colegas de trabalho também entregou à crianças daquele local.
"Sou tímido, mas quando me visto de Papel Noel perco a timidez. Deve ser porque adoro crianças. Espero que esse encantamento pelo figura do Noel nunca acabe

Fonte: An Jaraguá 28/12/2005




Outras notícias
03/08/2010 - ENCONTRO DE PAPAIS NOÉIS GRAMADO
07/11/2009 - Papais e Mamães Noéis....
06/11/2009 - GRAMADO É A FILIAL BRASILEIRA DA LAPÔNIA
20/12/2007 - Entrevista com Papai Noel Vasques
05/12/2007 - Papai Noel Vasques participa do Clube Feliz Idade em Guaramirim
05/12/2007 - Papai Noel encanta mais de 200 crianças no Vieirense
27/11/2007 - Papais Noéis aprendem lições de ecologia
27/11/2007 - Meio ambiente foi tema do 3º Encontro de Papais Noéis de Gramado (RS)
27/11/2007 - Não basta apenas saber fazer ho,ho,ho
27/11/2007 - Bancário vira Papai Noel há 20 anos em SC
24/11/2007 - Encontro de Papais Noéis tem avaliação positiva
21/11/2007 - Papais Noéis invadem Guaramirim
19/11/2007 - Meio Ambiente é tema do III Encontro dos Papais Noéis
08/11/2007 - Instituto Papai Noel Vasques promove pedágio
16/12/2005 - O Bom Velhinho de Guaramirim